quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Dicas de manutenção - Limpeza e lubrificação da corrente de motocicletas

   Tão importante quanto qualquer outra parte mecânica de sua moto, a relação de transmissão (conjunto - corrente, coroa e pinhão) tem fator relevante na questão da segurança ao rodar. O conjunto de transmissão tem a função de transmitir a força gerada pelo motor para a roda traseira, e manter este conjunto  bem regulado, limpo e lubrificado é muito importante.


   Hoje vou dar algumas dicas de limpeza e lubrificação


  •    Começando pela limpeza. Se faz muito tempo que você não limpa, nem mesmo acha que corrente é algo que precise ser limpa, tenha atenção, pois sua negligência pode estar gerando o desgaste prematuro de sua transmissão.


   A limpeza pode ser feita de duas maneiras, limpando com a receita básica de água e sabão...

...em seguida secando com um pano.

   Ou limpando com solvente (thinner de limpeza encontrado em armazéns)...



nos dois casos o ideal é colocar uma bacia para recolher os rejeitos e destinar corretamente.


  • Lubrificação: depois de limpa, inspecione se a corrente está em boas condições, observe também tanto a coroa quanto o pinhão (no manual de sua motocicleta existe as recomendações sobre desgaste e a quilometragem ideal para troca da relação de transmissão).


   Depois de inspecionar você irá lubrificar. Então surge a dúvida: "- o que utilizar para lubrificar a corrente?"

   Calma, eu também já me fiz esta pergunta, existem três tipos de produtos com os quais podemos lubrificar a corrente...

   
 
Graxa

   Vantagem: por ser mais espessa ela adere melhor a corrente, não largando facilmente durante o trabalho. Baixo preço.

   Desvantagem: a graxa por ser mais espessa tem maior facilidade em acumular sujeira e areia, o que pode gerar um desgaste prematuro no conjunto (claro que é melhor que não usar nada).


Spray para correntes

   Vantagem: possui características  de aderência bem próxima da graxa, com a vantagem de acumular menos sujeira. Geralmente indicado pelas montadoras e as boas oficinas mecânicas. Facilidade na aplicação.

   Desvantagem: geralmente é bem mais cara que a graxa

   Algumas marcas...



   O que eu uso...


Óleo para transmissão veicular SAE 90

   Vantagem: devido a sua viscosidade, consegue penetrar em todos os anéis da corrente, fazendo com que ocorra uma boa lubrificação em todo o sistema de transmissão. Outra vantagem é que por um preço semelhante ao spray compra-se um litro deste óleo.

    Desvantagem: colocado em excesso pode respingar na roda, sujando-a, mas se colocada numa quantidade adequada respinga muito pouco.

   Minha experiência com o óleo SAE 90, que uso desde que comprei a moto é bem satisfatória.

  • Periodicidade da lubrificação: pesquisando sobre o assunto eu achei inúmeras informações, em alguns sites falava em uma lubrificação a cada 5000 km (UM ABSURDO!!).
   Minha recomendação: irá depender muito do seu uso, do quanto você roda com sua motocicleta e por onde você roda. Meu uso é diário, rodo em média uns 400 quilômetros por semana, então toda semana eu lubrifico a corrente e a limpeza realizo a cada mês quando faço a troca do óleo...




   Outro detalhe  a observar, quando você conduzir sob chuva a lubrificação vai embora mais rápido, então é recomendável que após rodar na chuva, que se verifique a necessidade de lubrificação.


   Se você roda em muitas estradas sem pavimento ou mesmo gosta de uma trilha, é necessário uma limpeza e lubrificação com menor intervalo de tempo.

   Atenção, um detalhe importante é a folga da corrente, no seu manual de manutenção vem indicando a folga ideal, eu mesmo faço a regulagem da minha corrente, mas acaso você não possua ferramentas adequadas ou mesmo não tem coragem para fazer o serviço, um período ideal de regulagem, é aproveitar a troca de óleo na oficina. Geralmente este serviço é bem barato, não chegando a R$10,00 e em algumas oficinas, se você estiver realizando outro serviço a regulagem geralmente é uma cortesia.

   Lembrem-se, no conjunto de transmissão tudo é importante, limpeza, lubrificação, folga correta da corrente e desgaste das engrenagens. São serviços que não são caros e podem evitar um acidente sério, pois a corrente pode se partir pelo desgaste excessivo, ou mesmo quebrar de maneira a travar a roda e a depender da velocidade que isso ocorra poderá gerar um acidente muito sério.

   Caro não são as peças, caro são as consequências de um acidente de moto.

   Espero ter ajudado com minhas dicas, caso haja dúvidas é só deixar seu comentário que terei prazer em responder.

Rabugento

Nenhum comentário: